Heading 5

01/11/2019

O rio parecia um lago, espraiado no leito largo do seu estuário. Águas calmas, margens plácidas, embaladas no murmúrio quase ternurento da pequena ondulação que beijava incessantemente aquela praia de areias brancas e rochas escuras.

O barco partia por fim, despedia-se daquelas paragens calmas com o silvo grave da sirene. No ar as gaivotas e as andorinhas-do-mar despediam-se também com assobios e gritos estridentes, enquanto procuravam vislumbrar nas águas pardacentas algum sinal da sua próxima r...

30/08/2019

O silêncio adensava-se na atmosfera, cobrindo o mundo como um pano do mais imaculado branco. Era este o silêncio que ele procurava, o silêncio calmo da floresta de faias que o Inverno cobrira de neve. Era ali que encontraria o fio de pensamento, a reflexão que necessitava de trazer à sua vida.

Longe da sua habitual depressão era a uma felicidade recém-encontrada que necessitava de dar rumo. Vagueara perdido por vários dias, abandonado à sua própria euforia. Perdera-se no colorido vitral de emoçõe...

21/04/2019

"click"

O barril vazio da pistola agoirenta adiou por momentos o inevitável resultado daquele jogo de roleta russa. Deus, impávido e sereno, passou a arma ao diabo e disse: "Vá mafarrico, agora é a tua vez".

O diabo pegou no revólver, afagou-o luxuriosamente, agraciado com a subtil perfeição daquela sua criação, e perguntou: "De certeza que este jogo não está viciado?".

"click"

Sem que o mais ínfimo tremor fizesse suspeitar qualquer ponta de dúvida no seu ser, passou a arma a deus e disse: "Vamos, d...

23/02/2019

Talvez tenhamos sido feitos para procurar as estrelas, para esticar os braços na direcção de outros planetas. Como poderia ser de outra forma? Como poderíamos nós aceitar a infinita solidão da noite cósmica sem ter ganas de escapar ao solo que nos viu crescer e rumar aos céus em busca de companhia?

Contudo, antes de abraçarmos inteiramente a aventura do Universo, temos de aprender a cuidar das nossas raízes. Que sentido faria partir rumo às estrelas deixando para trás um berço feito deserto sem v...

28/01/2019

A Natureza gosta de se repetir. Repete as mesmas ideias vezes e vezes sem conta. Contudo, nunca deixa de ser original. Dez mil milhões de árvores podem copiar o mesmo padrão de lançamento de novos ramos, sem nunca gerar uma árvore repetida. Cem mil milhões de cristais de gelo podem seguir cuidadosamente as mesmas regras de cristalização, sem nunca produzirem dois flocos idênticos.

Enquanto caminhava, junto ao canal gelado, notei um por um os desenhos que o rachar do gelo tinha desenhado na superf...

12/12/2018

A chuva não parava de cair há três dias e sob as folhas espessas e viçosas de uma palmeira um tigre espreguiçava-se. Os pingos, grandes como cogumelos, fustigavam incessantemente a árvore num batuque que se prolongava, hora após hora, dia após dia. Por vezes, ajudados pelo vento ligeiro que conseguia atravessar o labirinto vegetal e chegar ao interior da floresta, algumas gotas de chuva atingiam o tigre. Este, incomodado, rapidamente sacudia as gotículas que se formavam sobre a sua pelagem lustr...

05/11/2018

Uma prisão? O espaço confinado a que estava restringido parecia-lhe ficar menor a cada dia que passava. A sua pequena cela não tinha janelas, apenas a clemência de uma fusca claridade que toldava mais do que revelava os limites da sua existência. Onde estaria ele? Estaria ali há quanto tempo? A verdade é que não tinha qualquer memória clara de outro local ou condição, e a ausência quase total de estímulos sensoriais tornava impossível qualquer tentativa de avaliar a passagem do tempo. Por vezes...

24/10/2018

Um dia acordei e no céu não havia Sol. Pensei que devia ser noite, uma noite bem cinzenta porque também não havia estrelas nem lua. Olhei o relógio e os ponteiros anunciavam 9:30. Não podia ser, ainda era de noite! No telemóvel, o mesmo veredicto, 9:30. Pensei para comigo que chegara a hora de consultar o oráculo… liguei a televisão.

Antecipando uma má notícia na estranheza da situação, senti a adrenalina fluir nas minhas veias enquanto a respiração acelerava e o coração disparava. Num instante,...

Please reload

Em Destaque

A despedida

11/01/2019

1/8
Please reload

Publicações recentes

01/11/2019